A AFETO (Associação de Famílias Para o Bem Estar e Tratamento da Pessoa com Autismo) é uma associação de pais que nasceu da necessidade e união de um grupo de pais na busca por tratamento de qualidade para seus filhos diagnosticados com autismo. Após longos anos de luta e enfrentamento das mais diversas dificuldades, a associação conseguiu formar uma equipe de profissionais de diversas áreas que oferece serviço de intervenção especializado com um número limitado de vagas, por ter um compromisso ético com a qualidade do serviço prestado as famílias.

Somos uma instituição: 1) não governamental: Isso significa que não recebemos recursos financeiros ou humanos do governo, portanto o financiamento para manutenção dos serviços e infraestrutura da instituição vem de outras fontes; e 2) sem fins lucrativos: o que quer dizer que todos os recursos financeiros recebidos são utilizados para o pagamento dos profissionais que prestam serviço na AFETO e para a manutenção da infraestrutura (espaço físico e recursos materiais necessários para o serviço ofertado), não há lucro.

A equipe da AFETO é formada por profissionais capacitados nos mais variados níveis de formação e com experiência no atendimento de pessoas com Transtorno do Espectro Autista, e por estagiários em formação sob constante supervisão. Todos os profissionais que trabalham na equipe são altamente qualificados e estão em formação continuada.

Nesse sentido, a AFETO tem participado ativamente da luta pela universalidade do acesso ao tratamento das pessoas com autismo, pela qualidade da intervenção que é ofertada por profissionais que se propõem a atender essa população e pela disseminação do conhecimento sobre o transtorno e tratamento para profissionais e famílias por meio de:

  • Participação em assembleias legislativas para discutir as demandas e direitos dos indivíduos com Transtorno do Espectro Autista;
  • Participação no levantamento de dados para a formulação do mapeamento do autismo no Brasil que deu origem ao livro Retratos do Autismo no Brasil;
  • Participação da Conferência Nacional de Saúde (novembro/2012) como representante das pessoas diagnosticadas com Transtorno do Espectro Autista;
  • Participação no Conselho Nacional de Saúde;
  • Participação da Associação Brasileira de Autismo – ABRA, pioneira na representação e busca do direito das pessoas com autismo;
  • Participação na elaboração da cartilha sobre Transtorno do Espectro do Autismo da Assembleia Legislativa de Pernambuco;
  • Participação na campanha de inclusão da pessoa com autismo no mercado de trabalho junto ao Ministério do Trabalho de Pernambuco;
  • Consultoria para a EBSERH sobre o tratamento da pessoa com autismo, apoiando e incentivando a abertura de um serviço gratuito para atender essa demanda;
  • Inscrição gratuita para professores da rede pública em alguns dos eventos organizados e promovidos pela AFETO;
  • Cursos, palestras e falas em eventos abertos e gratuitos promovidos por outras instituições e por secretarias do estado;
  • Acolhimento de famílias com indivíduos recém diagnosticados para avaliação, encaminhamento e orientação na própria instituição;
  • Atendimento isento de mensalidade para uma porcentagem dos atendidos.

Em função dessas ações a AFETO é reconhecida com o título de utilidade pública por ser uma instituição privada sem fins lucrativos com objetivos sociais e prestação de serviço à coletividade.